Status: Depressão

by - domingo, junho 15, 2014





Depois de muitos meses sem postar no blog, resolvi dar uma explicação.
  Todos temos fases ruins em nossas vidas, e essa página de minha vida eu chamo de "INTO THE DARKNES".
 Sabe quando tem algo de ruim com você e simplesmente resolve deixar pra lá, ou que só é um sentimento bobo que logo vai passar?
 Quando você passa por muitos problemas, digo problemas mesmo, o famoso trauma que você carrega até a idade adulta. Durante todos esses anos carreguei isso comigo, pensando que isso simplesmente iria acabar, mais não tomei nenhuma atitude para que isso acontecesse.
 Não quero falar a respeito do que provocou, por ser clichê demais.
 Mas tais acontecimentos me fez tornar adulta muito cedo, o que eu não reclamo, pois me poupou de cometer erros idiotas que geralmente fazemos a cada idade.
 Mas com o passar dos anos, se tornou um pressão enorme para uma pessoa aguentar. O que acabou gerando uma depressão clínica, bipolaridade e síndrome do pânico.  Resolvi postar isso agora, pois estou mais lúcida, é Lúcida, uma palavra forte que define uma pessoa que está fora de controle o que define realmente como fiquei. 
 Vocês podem não me conhecer pessoalmente, mas sempre fui uma pessoa super alegre, animada e positiva e me tornei totalmente contrária do que sou. Foi bastante doloroso principalmente para uma pessoa que sempre gosta de fazer as pessoas se sentirem bem e não poder ajudar.
 Sei que tem pessoas que passam pelo mesmo problema, então quis compartilhar. Sei que ainda não posso fazer as pessoas se sentirem bem, mais pelo menos posso mostrar que não estão sozinhas. 
 Não é uma doença fácil de lidar, pois poucos entendem a tristeza que se passa dentro de você, é uma dor horrível, não física, mais emocional. É como se você entrasse em uma escuridão e que você jamais sairá feliz novamente.
 Explicando o mais nerd possível, é como se um Dementador te beijasse, foi a melhor ilustração que J.K Rowling fez sobre a depressão que ela passou.
 Ainda estou em tratamento, mas encontrei minhas memórias boas e esqueço as ruins, vendo, lendo e estando com as pessoas que me fazem sentir bem.
 Mas essa fase me fez descobrir e entender coisas que jamais entenderia, eu me descobri, sei exatamente quem sou, o que quero para o meu futuro. Me fez crescer mentalmente e sentimentalmente. Vou recomeçar minha vida vivendo em um novo país. Preciso de ares diferentes, cultura e língua diferentes das que estou acostumada a ver e ouvir. Mas é outra experiencia da minha vida que contarei em breve. 
 Me sinto mais liberta, como o famoso ditado: "Há males que vem para o bem".

Beijos
Até breve


You May Also Like

0 comentários